Send As SMS

« Home | Obrigado » | Precisam de usar um pouco a malícia...Mas onde é ... » | Este é dos meus preferidos...  » | Pois é pedrinho...mandas uma pedra...e recebes uma... » | Santana subterrâneo » | Acerca da morte da Irmã Lúcia... » | D.E.P. Irmã Lúcia » | Ideias "socráticas" » | ja que estamos numa onda de cartoons...  » | Este cartoon pode ser observado na Escola, na Expo... »

Ser ou não ser: não se pode, eis a questão (que não existe)

O Dr. Paulo Portas, ou o "paulinho das feiras, ou o "paulinho que estás tão jeitoso com o teu casaco beije", ou o "paulinho posso dar-lhe uma beijoca minha senhora" está fazer_ ou já fez, tendo em conta que já estamos no final_ uma campanha bizarra, que pretende ser astuta, mas onde se nota qualquer coisa que não bate certo. De facto, o paulinho, ora nos vem com aquele discurso do pp como "partido com provas dadas", "partido moderado", "partido de governo", "partido que dá estabilidade"_ ou resumindo, se quiserem, partido com que o PSD teve de gramar para ter maioria absoluta no Parlamento_ , ora se demarca completamente do governo e diz que o que está mal não foi ele quem fez. Quer ir comer aos dois lados. Quer ser homem de estado e não ser ao mesmo tempo. Mas o ser partido de governo envolve, obviamente, ser responsável e estar comprometido com as decisões, com as vitórias, sucessos e derrotas políticas desse mesmo governo. Não basta dizer que se foi partido de governo, é preciso que, enquanto tal, o pp tenha provado que é garante de estabilidade_ o que não fez_ e que utilizou o facto de ser poder em favor do país e não apenas para vir dizer na campanha seguinte o quão moderado sabe ser quando ocupa ou participa desse mesmo poder. A isto chama-se comprometimento e responsabilidade. Chama-se decência e honestidade. Quem quer tudo acaba sempre por não ficar com nada.
Vamos ver se as sondagens se confirmam e se, afinal, o pp "garante da estabilidade", o pp"governo", o pp"moderado", não se torna a quinta força política do país que, por acaso, até é a última. Nesse caso, o pp de aparente centro-direita, que é o ménu que Portas quer que a gente coma, talvez lhe dê uma indigestão, ou talvez o faça realterar essa máscara de homem de estado e esse sermão indigesto e incoerente que foi o que pregou em toda esta campanha.

Cara Portuguesa, tenho a apresentar-lhe os meus sinceros parabéns. Num blogue de centristas e extremistas de esquerda sem a noção da razao, a minha amiga é a primeira a elaborar um texto em que ataca exactamente o que se encontra errado na política Portuguesa. Paulo Portas (ou tudo o que lhe queira chamar) não faz mais que o partido dele. O que o CDS (como o nome indica, um partido de centro) faz, que vai "comer aos dois lados", como disse e muito bem!
E de que é que o país percisa? De uma alternativa credível, não dessas com presidentes com opções sexuais bizarras ou poligamicas. O Partido Nacional Renovador vem por fim a todos estes interesseiros desavergonhados! A viragem a direita constitui uma inevitabilidade hoje em dia! Lembre-se que o buraco em que nos encontramos caídos hoje se deve a nada mais que a tolerância desmedida em que vivemos, à custa da qual nenhum oportunista se sai mal.
Convido-a a visitar também blogues de amigos, bem como o nosso sitio, a fim de se informar das nossas visões com as quais certamente concordará e preencher a nossa ficha de adesão, pois o seu apoio na nossa causa não pagará o quanto o País agradecerá a entregar PORTUGAL AOS PORTUGUESES!
Com os melhores comprimentos e votos de que continue o gosto pelas produções literárias, pois o país necessita talentos ao serviço da Pátria. 30 anos a ameaçar uma Nação com vontade de crescer...BASTA

Exagerado mas subtil...anónimo mas bem assinado.

Sem noção da razão...mas não parvos...de esquerda...mas não extremistas como inconvenientemente pintou...Por lhe dar jeito? Ou é só mais um reprimido da blogosfera?

Caro Humberto Roseiro:

Por mais voltas que dê a cabeça ainda não consegui perceber qual o fim o último do seu comentário: se é efectivamente do PNR_ embora eu tenha a certeza de que não é_ é simplesmente atrasado mental; se é do PP e ficou ofendido, paciência; ou então posso simplesmente deduzir uma de duas coisas: que não entendeu nada do que escrevi, ou que não entendeu nada do que escreveu. Como acho que ficou bem claro o que quis dizer no artigo em questão, e porque foi essa a causa da derrota eleitoral do PP_ essa e o facto do Dr. paulinho gostar de arranjar motivos para se despedir do modo mais teatral possível_ só posso concluir que o sr não sabe o que é o PNR ou não sabe porra de porra nenhuma.

Enviar um comentário
A Mesa de Café

Imprensa Desportiva

a mesa de café Blogger