Send As SMS

« Home | "Diz-me quem te apoia..." » | O António... » | Porque... » | Ainda me hão de explicar porque lhe chamam "vitóri... » | Gostei muito de ouvir (II)... » | Gostei muito de ouvir... » | Alegre entrevistado... » | “O poeta apresenta-se.” » | A minha opinião sobre o manifesto de Alegre... » | cá estou »

Não há nada como saber bem a a lição de casa. Por alguma razão, aliás, a professora mandava sempre ler o texto do livro em casa para não dar erros no ditado. E Sócrates, que é um aluno instável, daqueles vulgo "até é espertinho mas é um despassarado", sabia bem a lição. Desta vez. E fez mais, quase que anticipou qual a parte do texto que a professora escolheria para ditar, começando a escrever antes dela sequer começar a falar, baralhando-a. Que o diga Marques Mendes. Esse, por sua vez, que até nem costuma ser um mau estudante, muito pelo contrário, aliás, é mais daqueles "é esforçado, mas os colegas não gostam dele", baralhou-se todo no Parlamento. Bem sobraram aqueles que não se podem atrapalhar porque as orações são para saber todas até ao fim e sem enganos. E não mudam. Ao qual Sócrates respondeu, empolgado, já próximo da meta dos 0 erros: "Já não há pachorra para essa".

Estarei a ver bem! Alá Alá!

Quanto ao post, bem apanhado ;) É pena é ter vindo sozinho, coitado :P ... Esperamos mais uns para este não se sentir sozinho ;)

Enviar um comentário
A Mesa de Café

Imprensa Desportiva

a mesa de café Blogger