Send As SMS

« Home | Dream Of Globalization » | WUUOHOOOOO!! » | Algum de voces sabe o que está a pedir? » | Liberdade Dignidade » | Maker Faire » | Um dia ainda vou escrever uma série de televisão I... » | Um dia ainda vou escrever uma série de televisão I... » | Um dia ainda vou escrever uma série de televisão I... » | Cartaz da Queima » | O mundo está cheio de imbecis.! Todos concordam, ... »

Dream Of Globalization II

A imagem que concebia de Cuba era a de uma terra pobre (consequência de um governo totalitário que se diz socialista e que se limita a manter a população na mais hedionda miséria), mas feliz. Aí ainda tinha uma réstia de esperança de ver o que sobrou de uma Havana em que nos anos 40 se falava de literatura nos cafés e se cantava em todo o lado. Até ao dia em que descobri que os cantores cantam para turista ver e que a Cuba que existe hoje em dia é, unica e exclusivamente, a que se vende ao turista burguês (da mesma maneira que as t-shirts do Ché servem apenas para os jovens da JCP que sentam o rabo no Mercedes do papá). Descobrir que afinal é assim foi o mesmo que descobrir que (afinal) o Pai Natal não existe...

Sim, Cuba é uma terrs miseravel. Porém, nos anos 40, no tempo do Fulgencio Baptista, não estava muito melhor. Era, basicamente o bordel e o centro de jogos e aportas dos EUA. Pelo que conheço destes dois cenários, que venha o diabo e escolha...

...o primeiro. Eram menos miseráveis, podes ter a certeza.

eu não acho nenhum deles mau...acho ambos péssimos

Enviar um comentário
A Mesa de Café

Imprensa Desportiva

a mesa de café Blogger