Send As SMS

« Home | Soares 1-0 Jerónimo » | Quer-me parecer... » | Momentos da Capital » | Target Missed » | Tem piada.... » | Porque é que em Portugal... » | O (Ca)vácuo Presidencial » | curiosidade... » | breve apanhado da actualidade desportiva » | Malik Joyeux »

Su Doku, su-doku ou Sudoku

Já cá faltava - mais tarde ou mais cedo alguém iria desligar das animadas conversas da mesa para se absorver neste quebra-cabeças que está a revolucionar o ócio nos cafés...Dificilmente acredito que haja alguem que não tenha dado conta deste fenómeno mas, para quem não sabe, Sudoku é um jogo de raciocínio e lógica que apesar de bastante simples, é divertido, viciante e, claro, irritante – afinal é um quebra-cabeças.
Decidi trazer algumas “luzes” sobre este jogo já que tanto anda a ser escrito sobre ele...é interessante como um pequeno quadrado num canto de um jornal pode ter tanto para escrever, mas a verdade é que este jogo já remonta ao séc. XVIII, criado por Leonhard Euler, famoso pelo logaritmo (penso eu, é que não fiz o tpc...) e introduzido no Japão por Alguem-cujo-nome-não-me-lembro, traduzindo em português...Ora a fama deste jogo começou precisamente no Japão, já que a imprensa tinha de arranjar um substituto para as “palavras-cruzadas”, impossiveis de adaptar à escrita japonesa e estendeu-se ao ocidente, curiosamente, não só pela simples razão de ser um “vicio”, mas também (e é indiscutivel) pelo crescimento do “saudável”* no ocidente, pois parece que este jogo, a par do exercicio físico, ajuda a “manter o cérebro jovem e saudável”. Ao jogar, criamos “sinapses” na tola que compensam, de certa forma, os neurónios que vamos perdendo...Na opinião do principal divulgador do sudoku (ou “número solitário”, como quiserem :P), este tipo de jogos são feitos para os momentos de ócio e não são uma ferramenta para o desenvolvimento cerebral que é como este quebra-cabeças tem sido visto...É um jogo a fazer no dentista ou até nas aulas - para preguiçosos - talvez por isso, atrevo-me a dizer que sou dos melhores jogadores da modalidade, respeitando (sempre!) a essência do jogo – o dolce fare niente.
Por fim, a pequena curiosidade – “Sudoku” e “Podcast” estão na disputa para “Palavra do Ano”, assim como “blog” foi a Palavra do Ano 2004.

Shall we play? - http://www.websoduku.com

*A verdade é que, hoje, saúde é beleza e esta maneira de pensar está a alterar profundamente, desde há alguns anos, os comportamentos da sociedade ( C'est toujours le sociologue qui parle :P), como por exemplo a nova perturbação do comportamento alimentar, a Ortodexia, a ingestão controlada de alimentos que sejam, e só se forem, saudáveis (quer-me parecer que isto é uma deixa á Lu, já que agora está em ciências... :P)

Para quem ficou curioso com Leonhard Euler - http://www-groups.dcs.st-and.ac.uk/~history/Mathematicians/Euler.html

Ai Peter, belo tema, devo dizer... sou absolutamente dependente do sudoku!!
Concordo em absoluto quando dizes que há que admitir que só se faz para estupidificar um pouco a cabeça!!
Não há melhor... admito, contudo, que, sentada ao computador, o fantástico site websudoku.com me distrai irremediavelmente, impedindo-me de contribuir para este extraordinário blog=P
Quanto aos meus novos interesses e áreas de conhecimento, estou fascinada... adoro!! Estudo com imenso gosto:) com tempo postarei partilhando as minhas "descobertas" no mundo da ciência... "a whole new world"!

Lu(luzinha), talvez me tenha expressado mal, mas eu estava-te a desafiar para nos iluminares sobre a Ortodexia e nao acerca do sudoku... confesso que a deixa foi uma armadilha montada para desviar a fúria do boss (tony) para ti...sou mesmo teu amigo! :D
Quanto "há que admitir que só se faz para estupidificar um pouco a cabeça!!"...what the..?! Lilies, temos de ter 1 conversation, lol ;)
(ainda bem que estas a gostar de ciências!!)
bjo*

Peter, mas eu não resisti a divagar um pouco sobre o sudoku... sou mesmo grande fã!
Quanto ao "estupidificar"... não me expliquei bem: estupidificar no sentido de não pensar em nada (em mais nada, claro)... é uma maneira óptima de fugir à realidade e às preocupações do dia-a-dia!
Bem, caro amigo, tome lá uma joca*

Enviar um comentário
A Mesa de Café

Imprensa Desportiva

a mesa de café Blogger